PROPOSTAS

IX ENCONTRO CITCEM 
A Construção da(s) Liberdade(s)
Congresso Internacional Comemorativo 
do Bicentenário da Revolução Liberal de 1820


Porto, 5 - 7 de novembro de 2020
Biblioteca Municipal Almeida Garrett

A história da liberdade atravessa todas as épocas, como ideia e como combate contra a privação da liberdade e a tirania, a escravatura, a servidão ou outras formas de opressão. As concepções de liberdade individual e colectiva assumiram diferentes significados, na sua relação com a estrutura das sociedades, os sistemas económicos, o ambiente cultural e as relações de poder, ao longo da história, mas houve sempre acções individuais ou colectivas de resistência às diversas formas de privação da liberdade.

Se a Época Contemporânea consagrou a liberdade como princípio e como direito elementar e universal de cidadania, nas diversas dimensões da vida humana, desde a liberdade de pensamento, de expressão e de imprensa, de reunião e de manifestação, religiosa, de ensino, de produção e de comércio, estabeleceu também limites à fruição das liberdades, quer em nome de outros direitos, como a igualdade entre os cidadãos, quer por razões de ordem social e política. A construção das liberdades e as práticas sociais e políticas para assegurar esse direito não são de sentido único e linear. Daí que se justifique, perante a complexidade e a pluralidade das dimensões e significados da liberdade, reflectir sobre as condições que a propiciam ou que a colocam em risco.

Na história das lutas pela liberdade em Portugal, o Porto desempenhou sempre um papel activo, talvez pela sua condição de segunda cidade e pelo peso de uma burguesia mercantil que, desde a Idade Média, se assumiu, em muitos momentos, contrária aos constrangimentos impostos pelos poderes centralizados da Igreja ou da Coroa. Se a instauração do regime liberal no país contra o modelo de monarquia absoluta, não pode ser atribuída em exclusivo à cidade do Porto ou aos liberais portuenses nem pode ser esquecido o contributo e a participação activa de liberais de todo o território nacional, continental e insular, foi no Porto que se desencadeou a primeira revolução liberal e foi também no Porto que o liberalismo acabou por triunfar, no contexto da guerra civil, em que a cidade resistiu a um duro cerco de mais de um ano, em 1832-1833. Daí que, no âmbito das Comemorações do Bicentenário da Revolução Liberal de 24 de Agosto de 1820, se justifique realizar este encontro internacional na cidade «liberal e invicta».

Organizado pelo CITCEM – Centro de Investigação Transdisciplinar Cultura, Espaço & Memória, da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, com a colaboração da Câmara Municipal do Porto, este Congresso Internacional visa promover um debate científico aberto, transversal e pluridisciplinar, sobre distintas temáticas relacionadas com a construção, regulação e práticas da(s) liberdade(s), em perspectiva histórica, literária, filosófica, sociológica e jurídico-política.

Painéis temáticos:

  • Direitos, Liberdades e Garantias
  • Revoluções pela(s) Liberdade(s)
  • O Porto e a(s) Liberdade(s)
  • Literaturas da Liberdade e da Resistência
  • A Prática Social da(s) Liberdade(s)
  • Pensar a Liberdade: ideologias, utopias e distopias
  • Estéticas da Liberdade
  • Educação e Cidadania
  • Liberdade de imprensa, comunicação e opinião pública


Comissão Científica:

- Maria de Fátima Vieira (Deputy Rector of the UP)
- Jorge Fernandes Alves (CITCEM/FLUP)
- Gaspar Martins Pereira (CITCEM/FLUP)
- Maria da Conceição Meireles Pereira (FLUP/CEPESE)
- Luís Alberto Marques Alves (CITCEM/FLUP) 
- Rui Lage (CITCEM/FLUP)
- Pedro Bacelar de Vasconcelos (AR/UM)
- Luís A. de Oliveira Ramos (FLUP)
- Francisco Ribeiro da Silva (FLUP)
- Eugénio dos Santos (FLUP)
- Fernando Catroga (CEIS20/FLUC)
- Miriam Halpern Pereira (ISCTE)
- Maria de Fátima Sá e Melo Ferreira (ISCTE)
- Justino de Magalhães (IE/UL)
- Ernesto Castro Leal (CHUL/FLUL)
- Maria Manuela Tavares Ribeiro (CEIS20FLUC)
- José Capela (ICS/UM)


Comissão Organizadora

- Amélia Polónia (CITCEM/FLUP)
- Gaspar Martins Pereira (CITCEM/FLUP)
- Jorge Fernandes Alves (CITCEM/FLUP)
- Maria da Conceição Meireles Pereira (FLUP/CEPESE)
- Luís Alberto Marques Alves (CITCEM/FLUP) 
- Manuel Loff (FLUP/IHC)
- Cláudia Ribeiro (CITCEM/FLUP)
- Virgílio Borges Pereira (IS/FLUP)
- Francisco Topa (CITCEM/FLUP)
- Sofia Miguens (IF/FLUP)
- Hugo Barreira (CITCEM/FLUP)
- Bruno Madeira (CITCEM/FLUP)
- Gonçalo Maia Marques (CITCEM/IPVC)
- Vasco Ribeiro (CITCEM/FLUP)


Secretariado: 

- Marlene Cruz (CITCEM/FLUP)
- Vanessa Sousa (CITCEM/FLUP)


Línguas oficiais:

Português, Castelhano, Inglês, Francês.


Condições de inscrição:

Inscrição para os participantes com comunicação
(até 31 de Dezembro de 2019)

Inscrição obrigatória para os participantes sem comunicação 
(até 15 de Março de 2020)


Prazos de inscrição e submissão de comunicações:


Inscrição provisória/submissão de resumo de comunicação: 
15 de outubro de 2019 

Aceitação das comunicações por revisores científicos: 
15 de novembro de 2019 

Informação aos autores do resultado da revisão científica: 
30 de novembro de 2019 

Inscrição definitiva: 
31 de dezembro de 2019


Taxas de inscrição*

Membros do CITCEM
- Palestrantes e assistentes – GRATUITO;

Palestrantes e assistentes:
- Palestrantes –GRATUITO;


*Não inclui viagem e alojamento.


Contactos: 

E-mail: congressoliberdades@gmail.com 
Telefone: 00351-22-6077177 
Morada: Faculdade de Letras da Universidade do Porto 
Via Panorâmica, s/n 
4150-564 Porto PORTUGAL


 

CALL FOR PAPERS

9TH CITCEM CONFERENCE
The Construction of Freedom(s)
International Conference
Celebrating the 200th Anniversary of the 1820 Liberal Revolution


Porto, 5 - 7 November 2020
Almeida Garrett Municipal Library

The history of freedom transcends all eras as an idea and as a fight against the deprivation of freedom and against tyranny, slavery, servitude and other forms of oppression. Although the concepts of individual and collective freedom have taken on different meanings throughout history in their relation with the structure of societies, economic systems, the cultural environment and relations of power, there have always been individual or collective acts of resistance to the various forms of deprivation of freedom.

While the Contemporary Era enshrined freedom as a principle and fundamental and universal right of citizenship, in the various aspects of human life, from freedom of thought, expression and press, gathering and manifestation, religion, production and trade, it also established limits to the entitlement of freedoms, either in the name of other rights, such as equality between citizens, or for social and political-related reasons. The construction of freedoms and social and political practices to ensure such right are not unidirectional and linear. Hence the importance of reflecting on the conditions that provide for or threaten them, given the complexity and plurality of the meanings and dimensions of freedom.

Porto has always played an active role in the struggles for freedom, probably due to it being the second city of the country and to the weight of a merchant bourgeoisie who, during the Middle Ages, was often against the constraints imposed by the centralised powers of the Church or Crown. While the establishment of the liberal regime in the country against the absolute monarchy model can not be exclusively attributed to the city of Porto or to the Porto liberals, nor can the contribution and active participation of liberals across the country, mainland and islands, be forgotten, the first liberal revolution was in fact triggered in Porto and it was also here that liberalism triumphed, in the context of the civil war, when the city resisted against a tough siege for more than one year, between 1832 and 1833. This is why Porto, a “liberal and unbeaten” city, was chosen as the venue of this international meeting as part of the Celebrations of the 200th Anniversary of the Liberal Revolution of 24 August 1820.

Organised by CITCEM – Transdisciplinary Research Centre “Culture, Space and Memory”, of the Faculty of Arts, University of Porto, and in collaboration with the Porto City Council, this International Congress seeks to promote an open, cross-cutting and multidisciplinary scientific debate on the different focus areas related to the construction, regulation and practice(s) of freedom(s), from a historical, literary, philosophical, sociological and legal-political perspective.

Thematic panels:

  • Rights, Freedoms and Guarantees
  • Revolutions for Freedom(s)
  • Porto and Freedom(s)
  • Literature on Freedom and Resistance
  • The Social Practice of Freedom(s)
  • Thoughts about Freedom: ideologies, utopias and dystopias
  • Aesthetics of Freedom
  • Education and Citizenship
  • Freedom of press, communication and public opinion


Scientific Committee:

- Maria de Fátima Vieira (Deputy Rector of the UP)
- Jorge Fernandes Alves (CITCEM/FLUP)
- Gaspar Martins Pereira (CITCEM/FLUP)
- Maria da Conceição Meireles Pereira (FLUP/CEPESE)
- Luís Alberto Marques Alves (CITCEM/FLUP)
- Rui Lage (CITCEM/FLUP)
- Pedro Bacelar de Vasconcelos (AR/UM)
- Luís A. de Oliveira Ramos (FLUP)
- Francisco Ribeiro da Silva (FLUP)
- Eugénio dos Santos (FLUP)
- Fernando Catroga (CEIS20/FLUC)
- Miriam Halpern Pereira (ISCTE)
- Maria de Fátima Sá e Melo Ferreira (ISCTE)
- Justino de Magalhães (IE/UL)
- Ernesto Castro Leal (CHUL/FLUL)
- Maria Manuela Tavares Ribeiro (CEIS20FLUC)
- José Capela (ICS/UM)


Organizing Committee

- Amélia Polónia (CITCEM/FLUP)
- Gaspar Martins Pereira (CITCEM/FLUP)
- Jorge Fernandes Alves (CITCEM/FLUP)
- Maria da Conceição Meireles Pereira (FLUP/CEPESE)
- Luís Alberto Marques Alves (CITCEM/FLUP)
- Manuel Loff (FLUP/IHC)
- Cláudia Ribeiro (CITCEM/FLUP)
- Virgílio Borges Pereira (IS/FLUP)
- Francisco Topa (CITCEM/FLUP)
- Sofia Miguens (IF/FLUP)
- Hugo Barreira (CITCEM/FLUP)
- Bruno Madeira (CITCEM/FLUP)
- Gonçalo Maia Marques (CITCEM/IPVC)
- Vasco Ribeiro (CITCEM/FLUP)


Secretariat:

- Marlene Cruz (CITCEM/FLUP)
- Vanessa Sousa (CITCEM/FLUP)


Official languages:

Portuguese, Spanish, English, French.


Conditions for registration:

Registration for speakers
(by 31 December 2019)

Mandatory registration for non-speakers
(by 15 March 2020)


Registration deadlines and submission of papers:


Provisional registration /submission of abstract:
15 October 2019

Acceptance of papers by scientific reviewers:
15 November 2019

Feedback on the result of the scientific review:
30 November 2019

Final registration:
31 December 2019


Registration fees*

CITCEM members
- Speakers and Attendants – FREE;

Speakers and attendance:
- Speakers –FREE;


*does not include travel and accommodation.


Contacts:

Email: congressoliberdades@gmail.com
Phone: 00351-22-6077177
Address: Faculdade de Letras da Universidade do Porto
Via Panorâmica, s/n
4150-564 Porto PORTUGAL







Apoios