Investigador
Diogo Antonio Correia Vivas
user-placeholder

Diogo Antonio Correia Vivas

Investigador: Cooperante
Grupo de Investigação
Projetos
Nota Biográfica

Natural de Veiros (Estremoz), onde nasceu em 1983.
Licenciado em História (2005) e pós-graduado em História Contemporânea (2010) pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Mestre em Ciências da Informação e da Documentação (especialização em Arquivística) pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (2013), com uma dissertação sobre o percurso do bibliotecário e arquivista Mário Alberto Nunes Costa. Doutorando em Ciência da Informação na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, onde prepara a sua tese de doutoramento sobre Arquivos Eclesiásticos em Portugal: o caso da Diocese do Algarve.
Foi Técnico Superior do Município de Estremoz (2006-2010), onde iniciou a sua atividade profissional como estagiário no Arquivo Municipal; Bolseiro de Investigação da Fundação para a Ciência e a Tecnologia no Museu da Presidência da República (2011-2016) no âmbito do projeto “Investigação biográfica António José de Almeida” e, desde junho de 2017, Técnico Superior do Município de Lagoa (Algarve), onde coordena o respetivo Arquivo Municipal, desde julho de 2018.
Coordenou a publicação das atas dos colóquios: “Entre o tudo guardar e o nada perder. O papel dos arquivos municipais na salvaguarda da memória local” e “Lagoa, Poder Local e Municipalismo. 245 anos de criação do concelho de Lagoa (1773-2018)”, ambos em 2021, e dirige a “Arade. Revista do Arquivo Municipal de Lagoa” (n.º 1 – 2022).
Interesses de investigação: Arquivos Eclesiásticos; Ciência da Informação; Paleografia; História do Municipalismo e do Poder Local