Heloisa Helena de Jesus Paulo

Investigador Integrado

Informação pessoal

Nome: Heloisa Helena de Jesus Paulo

Agregação: Investigador Integrado

Grau académico: Doutoramento

Categoria profissional:

Instituição: Faculdade de Letras da Universidade do Porto

Email: heloisapaulo25@gmail.com

Sumário

Formada em História pela Universidade Federal Fluminense, onde também concluiu o Mestrado, doutorou-se na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Trabalhou sempre com História Contemporânea, tendo lecionado a disciplina em universidades portuguesas e brasileiras. Possui investigação sobre emigração, propaganda, exílio, cinema e documentarismo no âmbito do século XX em Portugal, nomeadamente no período do Estado Novo. 

Grupos de investigação

DC - Cultura Digital

Grau académico

Instituição: Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra

Ano: 1997

Grau: Doutoramento

Classificação: Distinção e Louvor

Instituição: Universidade Federal Fluminense (com reconhecimento pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra)

Ano: 1987

Grau: Mestrado

Classificação: Recomendação para publicação

Experiência científica/profissional atual e passada

Instituição: Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX/Universidade de Coimbra

Período: Agosto 2014 - Agosto 2019

Posição: Investigadora

Instituição: Universidade Salgado de Oliveira (Niterói-Brasil)

Período: Outubro 2005 - Fevereiro 2007

Posição: Professora Convidada no curso de Doutoramento em História

Instituição: Universidade Federal do Rio de Janeiro

Período: Agosto 2001 - Dezembro 2002

Posição: Professor Auxiliar Convidado

Instituição: Universidade Fernando Pessoa

Período: Setembro 1998 - Setembro 2000

Posição: Professor Auxiliar

Instituição: Universidade Católica Portuguesa

Período: Setembro 1996 - Setembro 1998

Posição: Assistente

Instituição: Universidade Federal de Ouro Preto

Período: Fevereiro 1985 - Julho 1991

Posição: Assistente pertencente ao quadro

Teses de Mestrado / Doutoramento / Pós-Doutoramento

Os Exilados de Salazar (a sair). Prémio de Melhor Investigação da Red de Archivos Diplomaticos Ibéricos 2019. Trabalho de Investigação de Pós-Doutoramento.

Aqui também é Portugal! A colónia portuguesa do Brasil e o Salazarismo. Coimbra: Quarteto. 2000. Tese de Doutoramento. Orientação: Luís Reis Torgal

Estado Novo e Propaganda. Coimbra: Quarteto. 1994. Trabalho baseado na tese de mestrado

Atividade científica

História Contemporânea de Portugal nomeadamente na área dos estudos sobre migrações e exílios, propaganda, cinema e documentarismo.

Projetos do CITCEM

Outros projetos

Projetos Científicos Internacionais:

 

Investigadora Convidada no Projeto Exilés portugais en Méditerranée au XXe siècle. Pôle Mediterranée. Université Paris 8, França. 2013

Bolseira de Pós-doutoramento. CEIS20/Universidade de Salamanca. 2007/2008 com financiamento da FCT. Investigação: Exilados portugueses e a República Espanhola (1931-1939)

Bolseira de Pós-doutoramento. CEIS20/Universidade Federal do Rio de Janeiro. 2003/2006 com financiamento da FCT. Investigação: Exilados portugueses no Brasil (1928-1964)

Publicações do CITCEM

Outras publicações

Livros

Salazar no Brasil: A colónia portuguesa no Brasil e o salazarismo (1928-1960) eBook Kindle. 2019

 

Aqui também é Portugal! A colónia portuguesa do Brasil e o Salazarismo. Coimbra, Portugal: Quarteto. 2000.

Estado Novo e Propaganda : o SPN/SNI e o D.I.P. Coimbra, Portugal: Minerva. 1994.

Memórias das Oposições (1927-1969). Coimbra, Portugal: Minerva. 2010.

Em parceria com Clímaco, Cristina. Jaime de Morais. Apontamentos de uma vida. Paris: Éditions Quatorze, 2020.

Em parceria com Rodriguez, A.P, Clímaco, C., Santos, E. Coraza. Migrações e Exílios. Coimbra, Portugal: Imprensa da Universidade. 2020.

Em parceria com Rodriguez, Alberto Pena. A Cultura do Poder. A propaganda nos Estados Autoritários. Coimbra, Portugal: Imprensa da Universidade. 2016.

Capítulos de livros e artigos

 “Esperando a Hora da Festa: resistência e ação política no exílio (1940-1947” In: Tempos de Guerra e de Paz, São Paulo, Brasil: Humanitas, 2017.pp.35-67

Em parceria com Thiago Fidelis. “A bordo do Santa Maria”, Revista de História das Ideias (2020): https://doi.org/10.14195/2183-8925_38_5.

 “El 25 de Abril en la evaluación de los resistentes”. Migraciones & Exilios 1 17 (2018): 11-27.

“Migrações e exílios: identidades e nacionalismo”, Revista Portuguesa de História 48 (2017): 85-98. https://doi.org/10.14195/0870-4147_48_4.

“O problema da emigração e do exílio em Portugal: imagens e análises (1910-1974)”. Revista Teoria da História 17 1 (2017): 147-161. https://www.revistas.ufg.br/teoria/article/download/48009/23418.

“Imagem em movimento: o documentarismo no Estado Novo e a representação do Povo (1933-1950”. Revista Comunicação Pública 12 23 (2017): 1-22. http://journals.openedition.org/cp/1714.

“Salazar, o “grande árbitro”: a inauguração do Estádio Nacional e a leitura portuguesa da construção do “Homem Novo” In: Tempo Libero, Sport e Fascismo. Bologna, Itália: BraDypUS Communicating Cultural Heritage, 2016. pp 41-50

“Une vision commune du républicanisme: la coopération entre les éxiles portugais et les républicaines espagnols (1931-1939) ». Exils et migrations ibériques au XXe siècle 1, 8 (2016): 26-43.

Experiência de orientação

2016 - 2018/12/04 Henrique Galvão: um colonialista antissalazarista do Estado Novo. (1929-1949) André Luís Vargas

História (Doutoramento).Universidade Federal de Goiás, Brasil.

2013/01/01 - 2018/03/21 Preto no Branco: as crises políticas institucionais pelas páginas de O Estado de S. Paulo e Ultima Hora (1954/1956) . Thiago Fidelis Ciência Política (Doutoramento). Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, Brasil.

2011/01/01 - 2013/10/09 O partido comunista português (PCP) frente ao processo político de descolonização da África Portuguesa. José Luciano Pereira Neto Mestrado em História. Universidade Federal de Goiás, Brasil

2011/01/01 - 2013/09/29 Por uma doutrina colonial nacionalista: o “império português em Henrique Galvão” (1927-1932). André Luís Vargas Mestrado em História. Universidade Federal de Goiás.

Outros

COMUNICAÇÃO EM EVENTOS CIENTÍFICOS

2019 Jaime Cortesão: o exílio no Brasil. Colóquio Jaime Cortesão. Museu do Aljube (Lisboa, Portugal)

2018 Os jornais brasileiros e os exilados portugueses: apoios políticos e locais de Trabalho. Jornada Imprensa e Circulação de Ideias: uma perspectiva portuguesa e brasileira. IHC/Universidade Nova de Lisboa (Lisboa, Portugal)

2017 Exilados e Emigrantes portugueses e as suas relações com o Poder no Brasil (1937/1964). Seminário Transição para a Democracia e Memória da Ditadura. Universidade de Coimbra (Coimbra, Portugal)

2016 Joaquim Tenreiro: Arte, Oposição e Aculturação Colóquio Internacional Estética dos Regimes Autoritários e Totalitários. Universidade de Aveiro, Portugal

2016 Portugueses pela República: republicanos e anarquistas combatentes em Espanha (1934/1935-1939) 80 anos da Guerra de Espanha. Um olhar - o olhar do outro. Universidade de Aveiro, Portugal

2016 Emigração e Exílio Português no Brasil: o regime de Salazar em questão (1940-1964). Missão Científica no Núcleo de Estudos Migrações, Identidades e Cidadania. Universidade Federal Fluminense (Niterói, Brasil)

2015 O cinema como veículo de informação: os documentários e a imagem de Salazar. Conferência Salazar e os Media. ICS. Universidade de Lisboa, Portugal

2015 Migrações e Exílios: uma historiografia em construção. Colóquio Internacional Migrações e Exílios. CEIS20/Universidade de Coimbra, Portugal

2015 A censura e a propaganda como formas de controlo: a imagem oficial dos portugueses (1934-1944)

Colóquio Internacional: O controle dos corpos e da mente. USP/Arquivo Nacional do Rio de Janeiro, Brasil

2015 A Oposição exilada e o problema colonial Colóquio Internacional Casa dos Estudantes do Império: histórias, memórias, legados Fundação Calouste Gulbenkian/Universidade de Lisboa, Portugal

 

Peer Review:

2020/06/20 - 2020/06/29                     Tempos Históricos ( 1517-4689) Universidade Estadual do Oeste do Paraná

2020/06/03 - 2020/06/05                     História da Historiografia International Journal of Theory and History of Historiography (1983-9928)                   Sociedade Brasileira de Teoria e Historia de Historiografia        

2019/07/24 - 2019/08/01                     Revista de História das Ideias (2183-8925) Coimbra University Press

2019/01/30 - 2019/06/28                     Mundos do Trabalho (1984-9222)           Universidade Federal de Santa Catarina

2018/12/05 - 2018/12/10                     Varia Historia (0104-8775)                    SciELO

2018/07/20 - 2018/07/30                     Revista de História Regional (1414-0055). Universidade Estadual de Ponta Grossa

2017/06/01 - 2017/07/09                     História. Revista da Faculdade de Letras da Universidade do Porto                    Universidade do Porto

2017/03/08 - 2017/04/13                     História  ( 0871-164X)               Universidade do Porto

2017/03/16 - 2017/03/30                     Confluence (ISSN 2036-0967)     Universidade de Bologna

2017/02/24 - 2017/03/20                     Atlantic Studies             Routledge

           

Consultorias                

2010                 Biblioteca Armando Cortesão. Identificação e Catalogação de Documentos. Universidade de Coimbra.

 

Participação em redes internacionais de investigação.                      

Desde 2018       Imprensa brasileira e portuguesa - cultura e política, rede de investigação Brasil-Portugal, UFF/UNL                   

Desde 2016.                  Rede de Estudo dos Fascismos, Autoritarismos, Totalitarismos e Transições para Democracia. Universidade de Coimbra, Universidade de Bologna, Universidade de Pontevedra e Universidade de São Paulo    

Desde   2013.                Grupo de Investigación en Propaganda, Cultura e Tecnicas de Comunicación  . Universidade de Pontevedra