Investigadores do CITCEM e a Santa Casa da Misericórdia do Porto apresentam três exposições virtuais dedicadas à “Rua das Flores”

Tipo: Apresentação de publicação

Local: Igreja Privativa da Misericórdia do Porto (Rua das Flores)

Data: 28 Abril 2022

No contexto do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios 2022, o CITCEM e a Santa Casa da Misericórdia do Porto dão a conhecer ao público um conjunto de três exposições virtuais concebidas no contexto do ciclo de eventos que celebraram os 500 anos da Rua das Flores.

As exposições ficarão disponíveis na plataforma Google Arts & Culture a partir do próximo dia 28 de abril, na página da Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

As narrativas das três exposições são complementares entre si. Resultantes de um trabalho de curadoria assente em material visual que, na sua maioria, foi produzido para o efeito, as três exposições virtuais ensaiam uma leitura polissémica da Rua das Flores. A partir da contemporaneidade, o visitante é convidado a olhar a Rua ao detalhe – online ou offline -, através da desconstrução de camadas temporais.

Em “Rua das Flores I. Usos” a atenção foca-se na Rua enquanto “Criação”, espaço de diferentes “Usos” e “Mutações”. A “Rua das Flores II. Materiais e Formas” mostra como o arruamento se fez e se transforma continuamente a partir de “Materiais. Formas. Texturas. Cores”. Por fim, na “Rua das Flores III. Significados” são visíveis outras camadas históricas que marcaram esta tão determinante artéria da malha urbana do Centro Histórico do Porto. Expõem-se aqui, portanto, “Significados. Experiências. Sentidos”.

Coordenadas pelas Professoras Ana Cristina Sousa (CITCEM/FLUP e DCTP/FLUP) e Maria Leonor Botelho (CITCEM/FLUP e DCTP/FLUP), os conteúdos das exposições foram desenvolvidos por um grupo de estudantes do Doutoramento em Estudos de Património, especialização em História da Arte, da FLUP, tendo a produção das mesmas contado com o apoio do CITCEM e da Santa Casa da Misericórdia do Porto.