Manuel Francisco Ramos

Colaborador

Informação pessoal

Nome: Manuel Francisco Ramos

Agregação: Colaborador

Grau académico: Doutoramento

Categoria profissional:

Instituição: Faculdade de Letras da Universidade do Porto

Email: mramos@gmail.com

Sumário

Manuel Ramos é professor auxiliar da FLUP, DEPER, área de Estudos Clássicos; é doutorado em Literaturas Clássicas e docente das UC de Latim, Literatura Latina, Literatura Latina Medieval, Português Língua Estrangeira e formação de Professores de Português; membro da U&I Instituto de Filosofia – FLUP e colaborador de CITCEM. Trabalhando com a cultura clássica e medieval, tem na tradução de textos latinos clássicos e na edição e tradução de textos latinos medievais as principais áreas de interesse.

Grupos de investigação

TIH - Património Material e Imaterial

Grau académico

Instituição: Faculdade de Letras da Universidade do Porto

Ano: 2007

Grau: Doutoramento

Instituição: Universidade de Coimbra

Ano: 1996

Grau: Mestrado

Experiência científica/profissional atual e passada

Instituição: Faculdade de Letras da Universidade do Porto

Período: Janeiro 1998 - Present

Posição: Professor de Latim I, Latim II, Latim III, Latim IV

Teses de Mestrado / Doutoramento / Pós-Doutoramento

RAMOS, M. Francisco (2007). Orationes de Jean Jouffroy em favor do infante D. Pedro (1449-1450) – Retórica e Humanismo Cívico. Tese de Doutoramento apresentada na Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

RAMOS, M. Francisco (1996). Memoria de Victoria Christianorum, Salado – 1340. Tese de Mestrado apresentada na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

Atividade científica

- Edição de textos latinos medievais de carácter literário ou histórico.

- Dar a conhecer a Idade Média Latina.

- Formação da língua portuguesa durante a Idade Média.

- Estudo da recepção da cultura clássica na Idade Média.

- Retórica clássica e medieval.

Projetos do CITCEM

Outros projetos

(1) Colaborador no projecto de investigação Imago Mundi, que pretende divulgar em Portugal e Brasil, em texto bilingue (Latim e Português), obras relevantes de carácter filosófico de autores portugueses e europeus medievais. No âmbito desse projecto, foi realizada a seguinte tradução: Oliveira e S. P; Ramos, Manuel (2012), Agostinho de Hipona. A verdadeira religião. (Tradução do Latim por Paula Oliveira e Silva e Manuel Ramos. Introdução e notas por Paula Oliveira e Silva), ed. Afrontamento, Porto, 2012. ISBN: 978-972-36-1288-2.

 

(2) Manuel Ramos, membro da U&I Instituto de Filosofia (FLUP), integrando o projeto “Critical Edition and Study of the Works Attributed do Petrus Hispanus - 1 (PTDC/MHC-FIL/0216/2014)”. (199.402€); participação 30%.

 

(3) Manuel Ramos, colaborador na U&I do Centro de Estudos Clássicos e Humanísticos (FLUC), na linha temática de Retórica e Discurso, com as traduções (para os anos de 2015-2020) de a Rhetorica ad Herennium, de autor anónimo, e de o Orator de Cícero.

Publicações do CITCEM

Outras publicações

RAMOS, M. Francisco (1996). Memoria de Victoria Christianorum, Salado – 1340. Tese de Mestrado apresentada na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. 

RAMOS, M. Francisco (2007). Orationes de Jean Jouffroy em favor do infante D. Pedro (1449-1450) – Retórica e Humanismo Cívico. Tese de Doutoramento apresentada na Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

RAMOS, M. Francisco (2001). “Traduções Religiosas”, in História da Literatura Portuguesa. Das origens ao Cancioneiro Geral, ed. de João David Pinto Correia. Lisboa, vol.1, Edições Alfa, pp. 275-289.

RAMOS, M. Francisco (2010). “Personagens do teatro nos tratados de retórica”, Retórica e Teatro. A palavra em acção, ed. de Belmiro Fernandes Pereira & Marta Várzeas, Porto, Universidade do Porto Editorial, pp. 167-179.

SILVA, P. Oliveira & RAMOS, M. Francisco (2012). Agostinho de Hipona. A verdadeira religião. Porto: Edições Afrontamento. 

Ramos, M.F. (2015). “O impacto de Alfarrobeira nas relações com o ducado da Borgonha” (pp. 23-36). História. Revista da FLUP. Porto, IV Série, vol. 5

Ramos, M.F. (2015). “De risu: enquadramento retórico do cómico” (pp. 145-160). E.N. Esteves et al. (Ed.). In O Riso. Teorizações, Leituras. Lisboa: Caleidoscópio

Ramos, M.F (2016). “Relato feito por Hugo, arcediago de Compostela e futuro bispo do Porto”, Jornal de Notícias, Revista “História”, n.º 2, Fevereiro, 2016, pp. 26-29.

Ramos, M.F. (2017). “Teoria clássica e medieval da composição epistolar: entre epistolografia e retórica” (pp. 25-42). CEM / Cultura, Espaço & Memória. Revista do CITCEM – Centro de Investigação Transdisciplinar «Cultura, Espaço & Memória» Nº 8/2017/«As Linhas e as Letras: Epistolografia e a Memória da Cultura Escrita»

Ramos, M.F. (2017). “Retórica e Historiografia em Rui de Pina (D. Sancho I, D. Afonso II e D. Sancho II)” (pp. 841-856). J. C. Miranda (Ed.). In En Doiro antr’o Porto e Gaia. Estudos de Literatura Medieval Ibérica. Porto: Estratégias Criativas

Ramos, M.F. (2018). “‘Mulier ne debuerit habere regnum’: a regência na menoridade de D. Afonso V vista pelos juristas” (s. p.). Medievalista 23 (Janeiro – Junho 2018). [Em linha] Disponível em http://www2.fcsh.unl.pt/iem/medievalista/MEDIEVALISTA23/ramos2313.html

Ramos, M.F. (2018). “Discurso oratório: entre o oral e o escrito” (pp. 775-796). In A. P. Pinto et al. (Eds.). Verba volant? Oralidade, escrita e memória. Braga: Axioma - Publicações da Faculdade de Filosofia.