Paulo Jorge Augusto Matos

Investigador Integrado

Informação pessoal

Nome: Paulo Jorge Augusto Matos

Agregação: Investigador Integrado

Grau académico: Mestrado

Categoria profissional: Docente não universitário

Email: no_mail@letras.up.pt

Grupos de investigação

GR - Representações Locais e Globais

Grau académico

Instituição: Universidade dos Açores

Ano: 2004

Grau: Mestrado em Cultura e Literatura Portuguesas

Classificação: Muito Bom por unanimidade

Instituição: Faculdade de Letras da Universidade do Porto

Ano: 1998

Grau: Licenciatura em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Portugueses e Franceses (Ramo Educacional)

Classificação: 14 valores

Experiência científica/profissional atual e passada

Instituição: Escola Secundária Jerónimo Emiliano de Andrade, em Angra do Heroísmo (desde 2001)

Período: Setembro 1998 - Present

Posição: Professor

Teses de Mestrado / Doutoramento / Pós-Doutoramento

Tese de Mestrado: O Povo no Imaginário Nemesiano, publicada pelas Edições Colibri (2012), Instituição: Universidade dos Açores. Orientador: Maria Margarida Maia Gouveia. Data: 2004.

Atividade científica

Como áreas de investigação, interessa-se maioritariamente pelos estudos interartísticos (sobretudo as relações entre Literatura e Cinema), pelos estudos feministas e pela literatura popular/oral/tradicional. Interessa-se ainda pelas obras de escritores da literatura portuguesa contemporânea como Afonso Cruz, Joel Neto, Nuno Camarneiro, Valter Hugo Mãe, etc. 

Publicações do CITCEM

Outras publicações

Livros:

MATOS, Paulo (2012). O Povo no Imaginário Nemesiano. Lisboa: Edições Colibri/IELT/DRaC - http://www.edi-colibri.pt/Detalhes.aspx?ItemID=1582 (obra pertencente ao Plano Regional de Leitura da Região Autónoma dos Açores).

Recensões:

MATOS, Paulo (2015). “Açores – Atlântida – Avalon, ou como nunca alcançar um lugar mágico - Breves impressões sobre Arquipélago, de Joel Neto”. In Diário Insular (8 de julho de 2015). Angra do Heroísmo.

MATOS, Paulo (2003), Prefácio a SEGUIER, Bárbara, Efemeridade. Lisboa: Minerva - http://bibliografia.bnportugal.pt/bnp/bnp.exe/registo?mfn=74619&cl=en

Artigos:

MATOS, Paulo (2017). “Branca de Neve, Capuchinho Vermelho e Maléfica na sala de cinema (ou a tradição já não é o que era…)”. In Plano Aproximado: 43-52 - https://pt.eventhint.com/eventos/16781360/a-presentacao-da-revista-plano-aproximado?force_subdomain=true

Matos, Paulo (2016). “«Casa de papel»: a arte de ser gente na crónica de Valter Hugo Mãe”. In NOGUEIRA, Carlos (Coord.), Nenhuma Palavra é Exata. Estudos sobre a Obra de Valter Hugo Mãe. Porto: Porto Editora - https://www.portoeditora.pt/produtos/ficha/nenhuma-palavra-e-exata-estudos-sobre-a-obra-de-valter-hugo-mae/18541646

MATOS, Paulo (2016). “Da tela à tela: para uma leitura intermedial de O Fado, de José Malhoa”. estrema: Revista Interdisciplinar de Humanidades 8: 160-194. - http://www.estrema-cec.com/wp/?p=559

MATOS, Paulo (2015). “Três lições: testemunhos para a dignidade humana”. In eLyra, N.º 5: 83-104 - http://www.elyra.org/index.php/elyra/article/view/77

Outros

Promoção/participação em eventos culturais:

Colaborador da Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro (Angra do Heroísmo):
Moderador do “Encontro com o Escritor” Nuno Camarneiro (4 de fevereiro de 2017);
Moderador do “Encontro com o Escritor” Afonso Cruz (10 de março de 2017);
Organizador do concerto do grupo The Soaked Lamb (11 de março de 2017).

Criação artística:

Autor de “Muito Nobre, Leal e Sempre Constante Cidade de Angra do Heroísmo”, letra da Música Oficial das Sanjoaninas 2017 (Angra do Heroísmo), de Evandro Meneses – concurso promovido pela Câmara Municipal de Angra do Heroísmo.

Autor de “Angra, uma capital no coração do Atlântico”, letra da Música Oficial da Marcha Oficial das Sanjoaninas 2016 (Angra do Heroísmo), de Evandro Meneses – concurso promovido pela Câmara Municipal de Angra do Heroísmo.