Populações e Saúde

Este GI estuda a evolução demográfica da população portuguesa sob a perspetiva da demografia histórica e da história social. O Grupo integra investigadores com percursos de formação distintos, incluindo a História, Demografia Histórica, Sociologia, Ciência da Computação/Informática, Antropologia Biológica e áreas relacionadas.

Através da microanálise, biodemografia, métodos isonímicos, assim como do cruzamento de diversas fontes e metodologias, este GI procura oferecer novas perspetivas acerca da História da Família e da História Social, contribuindo para a renovação do conhecimento de dinâmicas sociais e demográficas da população portuguesa ao longo do tempo. Surtos epidémicos, índices de mortalidade e morbilidade são também alvo de investigação por parte dos membros do Grupo.

O GI tem vindo a desenvolver projetos interdisciplinares assentes em dados demográficos, com o objetivo de incorporar progressivamente bases de dados genealógicos locais numa plataforma central, de âmbito nacional.

A ação deste GI inclui o estudo de fluxos demográficos, estudos biodemográficos, rurais e urbanos, bem como a análise da diversidade populacional e as transições demográficas em diferentes períodos históricos. O GI cruza diferentes fontes de informação e aplica uma nova problematização às fontes já existentes, nomeadamente os registos paroquiais.

Pretende-se que as atividades do Grupo resultem em bases de dados, estudos demográficos, formas de cooperação nacional e internacional, congressos, e disponibilização de consultoria especializada.

Para o período de 2018-2022, o GI ir-se-á focar em reconstituições de comunidades que permitam gerar impacto societal. Um enfoque no estudo das patologias, relacionado com os padrões de migração, irá permitir obter informações relevantes para uma melhor compreensão do Presente. Será igualmente dada prioridade à formação avançada em biodemografia.

Estrutura